Só no escuro!

DSC01738Elas são medrosas. Sim. Tem medo do dia. Simplesmente não aparecem se há alguma luz.

Parecem bebês, que quando a luz se apaga, começam a chorar, querem sair do berço e ir para o colo de alguém. Desde que a luz se mantenha apagada.

São seres que brilham no escuro. Quando a luz se apaga, tudo se torna claro, faz a vida voltar a ser simples.

No meio da madrugada elas correm ao meu encontro. Como posso fazer para só encontrá-las DE DIA?

Elas sabem que me dominam e não têm dó. Sou escrava delas. E elas são implacáveis.

Escrevo este pequeno texto as duas horas da manhã. Depois que tudo já foi dormir. Coloquei a cabeça no travesseiro.

Ok. Não consegui desligar tudo. As danadas se ligam e brilham no escuro, certo?

As palavras, que fazem de mim marionete, incorrigivelmente brilham no escuro. E só se calam quando os pedidos são devidamente atendidos.

Sinceramente, espero que as suas palavras não se incomodem com a luz do dia e você possa usá-las onde e quando for.

Boa fala.

ps: quando bati essa foto lembrei de Piratininga. Saudades! =/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s