O Prédio, o Tédio, e o Menino Cego

Um prédio inclinado pela praia. 7 meninos abandonados em seu interior. 7 personalidades fortes e marcantes retratadas em um estilo de escrita inusitado e original. Afinal, o que poderia ser melhor para afastar o Tédio?

O Prédio, o Tédio e o Menino Cego.

Com sua escrita contundente e realista, Santiago surpreende seus leitores com comentários no meio do caminho, recursos poéticos (que dão as caras desde o título) e interessantes surpresas. Apesar de toda essa novidade efervescente, o autor mostra que não se esquece dos detalhes, que recheiam o romance inteiro. Seu realismo chega sem pestanejar no interior dos personagens, com seus sentimentos e pensamentos, deixando o leitor mais próximo do que (provavelmente) gostaria de estar dos moradores do prédio.

Cego, Andrógino, Narciso, Atleta, Junkie, Gordo e Ejetado..

Característica e nomes. Tudo isso é misturado quando Regina (a primeira com nome “normal”), a misteriosa professora, chega e decide colocar as coisas em ordem. De vários tipos.

Não se deixe enganar pelo inicial sentimento de “livro infanto-juvenil” no início do romance. Este livro vai deixar seu tédio a quilômetros de distância. Pelo menos foi o que aconteceu com o meu.*

*Li a metade final do livro em uma madrugada. Na verdade, só descobri que foi em uma madrugada quando finalmente terminei o livro e olhei para o relógio.

Para ver a ficha técnica do livro, clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s