Delicada Fantasia

Quando ela nasceu, tinha olhos de azeitona. Brilhavam muito, ela estava descobrindo o mundo. Mas o mundo não a descobriu.

Com o passar do tempo, suas duas azeitonas viraram duas jabuticabas.

Ela cresceu, mas não muito. O brilho de seus olhos foi aos poucos se apagando.

Onde estaria aquele mundo que prometeram para ela? Ela o procurou, mas antes, encontrou o cigarro. Ele virou seu companheiro. O único.

Onde estavam as pessoas que perdoariam as suas esquisitices, já que ninguém é completamente normal?

Não achou nada nem ninguém. Perdeu-se completamente.

A trilha desapareceu, os outros se afastaram. Sua delicada fantasia, evaporou, assustada com tudo aquilo. Sobrou um olhar curioso em uma janela, enquanto ela percorria mais um problema que os outros lhe jogaram.

Ela preferia encarar apenas o cigarro, ele não a julgava, não olhava torto, não fingia que era igual a ela apenas para sentir melhor consigo mesmo. Ele respeitava sua vontade de fumar e deixava-se queimar nas mãos dela.

Uma hora, ela desistiu de vestir a roupa de gente normal e assumiu sua loucura. Esqueceu de tudo, “mas o cigarro fica”.

O brilho dos olhos desistiu dela e procurou outros brilhos, em algum lugar bem longe.

Então, ela achou um pedaço de madeira. Ele, sim, servia para alguma coisa. Sua única relação com a realidade, sua única lembrança de que o mundo que não pertencia a ela existia. Um companheiro nas horas de briga.

Tudo na vida dela foi embora, qualquer vestígio de felicidade que poderia ter existido mas, obviamente, não existiu.

O que resta dela?

Uma louca. As crianças se divertem dela. Nunca com ela.

Afinal, ela tem um cigarro e um pedaço de madeira. Só é divertida de longe.

Ou não?

Anúncios

4 comentários em “Delicada Fantasia

  1. Lindo texto. Triste história. Realidade de muitos que escolhemos não enxergar.
    Parabéns pelo retrato poético. Te amo!
    mm

  2. “O brilho dos olhos desistiu dela e procurou outros brilhos, em algum lugar bem longe.”
    Muito bom…uma tristeza sentida de perto, qdo os brilhos procuram outros olhos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s