Por alguns segundos

Tem vento. Tem sol. Tem chuva.

Você gira, corre, senta. Espera.

Levante-se, respire, encare o vento gelado; ele estará fazendo o mesmo de volta.

Viver não é para os fortes. Não é para os fracos. Não é para os que aprendem.

É para todos. Sem uma única exceção.

Girar, giramos todos. Nosso universo gira com um objetivo: nos mostrar perspectivas diferentes da mesma coisa. Sempre há mais uma.

Correr, nós já corremos. Alguns param e o pó se acumula. Mas não deixe isso acontecer. Corra ao encontro do que você ama e corre apenas para isso. Não há nada melhor para fazer mesmo. Nem agora e nem depois. Então corra. Sua vida depende, sim, disso.

Mas sente-se. Tome um chá, um café, uma coca. Me conte sua história. O que te fez ficar assim? Você já foi destruído por um amor? Qual a sua música favorita pra cantar no chuveiro? Quando foi a última vez que você teve um ataque de riso incontrolável?

Espere. Vou te contar de onde vim e para onde vou. Tenho um lugar reservado para você ao meu lado para todos os lugares que eu for.

Mas já digo: vamos girar; vamos correr; vamos amar; vamos esperar.

Eu não quero saber de consistência. De estabilidade. Me dê inocência e vamos ignorar a realidade.

É só por alguns segundos.

Respire.

 

Fundo.

 

A chuva vem. O vento me diz. O que ele te diz?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s