Amor proibido

Todo mundo sabe a entidade que ele representa na minha vida, o tamanho e a importância que ele tomou ao longo do tempo. O quanto sou ridícula sem ele.

E é por isso que escrevi outra ridícula carta de amor, porque estou com saudades.

Às vezes, esqueço que o amor não segue recomendações médicas e o forço a obedecer, é para o melhor, eles dizem. Mas pensando aqui com meus botões, o que pode ser melhor do que o amor?

Ah… Te encontrar na esquina, na padaria, no meu quarto, que seja. Qualquer lugar serve para quebrar recomendações médicas para esse nosso amor proibido.

Não vou mais ouvir sobre os seus efeitos e defeitos, todo mundo tem, por que não você? Ah, vamos deixar tudo isso pra lá, sou mais eu e você e fim.

Com esse corpo moreno, vc só poderia fazer estragos mesmo. Mas quem se importa? Que haja justiça nesse mundo!

Seu bem é muito maior do que todo mal. Eu te amo e o seu corpo no meu facilita o andar da minha vida. Quando eu te encontro, eu sei que o dia vai passar melhor.

Então, se aproxime, moreno, vem me fazer bem.

Vem me levantar pra vida que existe depois da gente.

Vem, café, começa esse dia comigo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s