Perpétuo

No meio do silêncio que o coração começou a bater. O perpétuo som ritmado, pausado, que ecoa de dentro para fora, criando e apagando luzes que mal sabemos existir. Mas elas estão lá, são as auroras que saem da gente, vão para os outros, chegam a nós. Não há escape, fuga, esconderijo, caverna debaixo do rio que nos esconda delas. São nossas, sem possibilidade de troca, sem devolução. E é aí que moram todas as instabilidades que nos adentram e mostram como somos aquele grãozinho de areia que a onda do mar levou.

Somos areia, pó, terra. Mas temos esse ritmo, enviamos o nosso som para esse universo tão caótico e milimetricamente organizado. Alguém nos ouve.

Que esse alguém não seja nosso semelhante, que tenha uma cabeça enorme e verde ou mesmo seja apenas vento. Nosso som, nossa voz, nosso pensamento, sentimento e estremecimento é, e sempre será, ouvido, recebido.

O silêncio só existe se é isso que se busca. De mais, todos falando, sentindo e pensando só poderia nos levar ao barulho. Ao ruído. A essa mistura cinza e sem forma que ninguém define, mas sabe, ninguém vê, mas sente. É o barulho das nossas confusões transbordando de nós.

Talvez não seja o barulho que você tenha buscado. Talvez nem o silêncio. Talvez, nada tenha sido buscado por você. E o que você tem?

Talvez ninguém tenha te buscado. Talvez o silêncio seja seu espelho e companheiro. Nem todo silêncio se faz de solidão. Mas a solidão é sempre o vácuo dolorido, que habita o barulho universal ao nosso redor. Aquela parte em que não ouvimos ninguém. E de alguma forma, outros também não nos ouvem. E o que você tem?

Que alguém ouça o seu silêncio.

Deixar que alguém ouça o nosso próprio barulho pede coragem. Uma cabeça se apoiará no seu colo e ouvirá. Com todos os chiados e ruídos, as partes recortadas, quebradas. Alguém terá que nos tocar para nos ouvir. Para sermos ouvidos e finalmente podermos ouvir.

Afinal, qual a distância que uma concha tem que estar de nós para ouvirmos o mar e o perpétuo e ritmado som que ele possui?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s